Domingo, 18 de Maio de 2008

DESENHO

 

 

O desenho é um suporte artístico ligado à produção de obras bidimensionais, diferindo, porém, da pintura e da gravura. Neste sentido, o desenho é encarado tanto como processo quanto como resultado artístico.

No primeiro caso, refere-se ao processo pelo qual uma superfície é marcada aplicando-se sobre ela a pressão de uma ferramenta (em geral, um lápis, caneta ou pincel) e movendo-a, de forma a surgirem pontos, linhas e formas planas.


O resultado deste processo (a imagem obtida), portanto, também pode ser chamada de desenho. Desta forma, um desenho manifesta-se essencialmente como uma composição bidimensional formada por linhas, pontos e formas.


O desenho envolve uma atitude do desenhista (o que poderia ser chamado de desígnio) em relação à realidade: o desenhista pode desejar imitar a sua realidade sensível, transformá-la ou criar uma nova realidade com as características próprias da bidimensionalidade ou, como no caso do desenho de perspectiva, a tridimensionalidade.

 

 


Exemplos de desenhos:

 

 

Desenho uma criança

 

 

 

Esboço de Àlvaro Siza Vieira

 

Escher

 

 

 

Boa semana para todos;

 

Carolina Tulha

 

sinto-me:

publicado por domusperfectus às 23:29
link do post | comentar | favorito

...


SERRALVES EM FESTA 2008

 

40 horas non-stop!
Das 08H de Sábado às 24H de Domingo
Entrada gratuita

 

       A quinta edição do Serralves em Festa realiza-se a 7 e 8 de Junho de 2008, durante 40 horas consecutivas. Este ano são apresentadas cerca de 80 actividades, nas áreas da música, ópera, dança, performance, teatro, novo circo, leitura, cinema, vídeo, fotografia, oficinas, visitas orientadas, exposições. Estarão em Serralves mais de 300 artistas, em mais de 200 momentos de apresentação.

Na edição deste ano, os grandes destaques na área da Música serão os britânicos Wire, que abrem a festa no Prado no sábado à noite, e a banda africana Konono nº 1, que encerra o Serralves em Festa no domingo, com uma actuação acompanhada pela projecção de filmes do cineasta senegalês Djibril Diop Mambéty, numa combinação idealizada pela Tate Modern de Londres.

 

 

Na Dança destaca-se Julia Cima, a coreógrafa francesa que trabalha em colaboração com Boris Charmatz, e que traz a Serralves o projecto Visitations, uma proposta de  “mergulho” na história da dança.

 

Em 2008 o Serralves em Festa integra também a Ópera, com O Diário do Desaparecido, de Leos Janácek. Este projecto é uma produção em parceria com a Fundação Calouste Gulbenkian e tem encenação de Marie Mignot e direcção musical de João Paulo Santos.

 

 

No Teatro para a Infância e Juventude destaca-se a peça Noite de Reis, de John Mowat e Leonor Keil, a partir do texto de William Shakespeare, produzida pela Companhia Paulo Ribeiro, e o projecto O Pinto Borrachudo, proposta do Festival Internacional de Marionetas do Porto.

 

Haverá também uma forte componente de Teatro de Rua, com destaque para o projecto Kamchàtka (que chega a Serralves numa parceria com o FITEI) e para Les Moutons, um projecto canadiano da Companhia Corpus que constrói uma cena rural no espaço urbano, parodiada por quatro actores/ovelhas e o seu pastor.

 
O Circo estará em grande destaque nesta quinta edição do Serralves em Festa, com os franceses Colectivo AOC a apresentarem Question de Directions, um grande espectáculo de proeza acrobática, e a Companhia Circolando, com o projecto Charanga, que parte de dois objectos simbólicos, a bicicleta e a fanfarra, e vai em busca do sonho.

Nesta quinta edição juntam-se ainda à Festa os vencedores do Concurso de Projectos Artísticos para o Serralves em Festa 2008.

 

Este concurso foi lançado pela Fundação de Serralves para dar oportunidade a jovens artistas de apresentarem criações inéditas durante a Festa, com o objectivo de promover a  jovem criação artística, proporcionando a sua visibilidade junto de públicos diversificados e de outros artistas. Um júri independente, especialista nas várias áreas disciplinares, seleccionou 12 projectos, nas áreas de Música Experimental, Música Pop Rock e Músicas Urbanas, Dança Contemporânea, Vídeo, Teatro de Objectos/Teatro de Rua e Teatro para a Infância e Juventude.

Em 2008, o Serralves em Festa sai mais uma vez dos muros de Serralves e vai até à baixa do Porto. As Red Ladies estarão em destaque. Este grupo de mulheres inglesas, impecavelmente vestidas, com os seus saltos altos vermelhos, e acompanhadas pela sua banda de metais, vão andar pelas ruas celebrando o espaço público como um sítio de protesto político. Um projecto de performance/teatro de rua a não perder, que será também apresentado na Casa de Serralves. 

 

 

Como vêem a arte não tem preço. (:

APAREÇAM, É GRÁTIS.

 

 

Carolina Tulha

sinto-me:

publicado por domusperfectus às 23:15
link do post | comentar | favorito

Prevenção III

Os últimos dois passos da prevenção estão aqui.

 

09. Estabelecimento de programas - Estabelecer, com realismo, os programas a serem cumpridos de modo que possam atingir realmente a população alvo. Por exemplo, não podem ser idênticos os programas destinados aos menores de rua (onde o uso mais comum é o de solventes voláteis - cola de sapateiro e outros) e programas dirigidos aos alunos de escolas particulares (onde geralmente é mais comum maconha e anfetaminas, e algumas vezes a cocaína). Isto sem falar nas profundas diferenças socio-económicas dessas populações-alvo.

10. Mobilização da opinião pública - Mobilizar a opinião pública através de encontros, jornadas, seminários, concursos de slogans, cartazes, temas, frases, mensagens. Principalmente, junto aos jovens. O objectivo de tais empreendimentos é destacar a gravidade do problema e retratar suas repercussões no meio social. Este tipo de prevenção é, tecnicamente, chamado de prevenção primária e, segundo a Proposta para uma Política Nacional de Drogas, elaborada pelo Conselho Federal de Entorpecentes em 1992, tem a finalidade de: a) antecipar-se ao início da experiência do uso de drogas, experiência essa - vivenciada em diferentes planos - do grupo familiar, da comunidade escolar, do meio profissional e do virtual usuário; b) atalhar o aprofundamento do uso experimental; evitar problemas decorrentes do uso de drogas; o abuso e a dependência, que são efeitos primários, e os efeitos secundários. Antes de continuar, vamos conhecer os factores de risco que a Organização Mundial da Saúde (OMS) definiu para considerar uma pessoa mais propensa ao uso de drogas: sem adequadas informações sobre os efeitos das drogas; com uma saúde deficiente; insatisfeita com sua qualidade de vida; com personalidade deficientemente integrada; com fácil acesso às drogas. Em contrapartida, a pessoa com menor possibilidade de utilizar drogas seria aquela: bem informada; com boa saúde; com qualidade de vida satisfatória; bem integrada na família e na sociedade; com difícil acesso às drogas.

 

A Prevenção está na base de todo o processo de erradicar os efeitos nefastos das drogas. Devemos todos participar de forma activa nesta acção.

 

Obrigado, Filipe Monteiro

sinto-me: satisfeito

publicado por domusperfectus às 14:29
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor

.pesquisar

 

.Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11

21
22
23

26
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. POSTER PARA A FINAL DO cc...

. (Re)Conhecer os Narcótico...

. (Re) Encontro de Gerações

. (Re)Encontro de Gerações

. (Re) Encontro de Gerações

. Desenho-criança

. Tipos de Drogas

. Entrevista na Polícia

. Linhas de Ajuda - (Re)Con...

. Portugal-um dos países co...

.arquivos

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.tags

. todas as tags

.links

.subscrever feeds